1. Distribuição automatizada: no antivírus doméstico, você teria que instalar o produto em cada desktop ou notebooks. Com a escolha de um antivírus corporativo a tarefa é facilitada por um sistema de distribuição automatizada de software, com grande economia de tempo e recursos e a garantia que todos os endpoints estarão protegidos. Alguns antivírus corporativos possuem mecanismos automatizados de instalação, basta incluir o desktop ou notebook na rede para que ocorra a instalação automática.
  2. Proteção abrangente: bons antivírus corporativos têm proteção múltipla em vários pontos da rede. Apresentam proteção para desktops, notebooks, smartphones, servidores de arquivos, servidores de e-mail e gateway. Em cada ponto pode haver proteção em vários níveis: para arquivos, e-mail, web, anti-spam, registry, anti-spyware, anti-adware, firewall, controle de aplicações; intrusion detection e controle de portas.
  3. Definição de políticas e tarefas centralizadas: depois de instalado é possível criar e alterar as políticas; por exemplo: (a) proteção a todos os tipos de arquivos ou extensões específicas; (b) varredura diária ou semanal; (c) bloqueio de aplicações e sofware; (d) bloqueio de pendrives, etc. As políticas podem ser bloqueadas no endpoint, impedindo que os usuários desabilitem funções ou mesmo fechem o antivírus.
  4. Controle de aplicações: qualquer aplicação que acessa servidores ou a Internet pode ser controlada no endpoint, independente se usa portas específicas ou comuns. Com um antivírus corporativo você pode permitir ou bloquear aplicações para grupos específicos de usuários. Por exemplo: (a) permite-se utilizar Skype apenas no departamento comercial e diretoria e (b) proíbe-se utilizar Skype em qualquer “Desktop”; e (c) permite-se em qualquer “Notebook”.
  5. Economia de banda: com antivírus domésticos, cada PC se atualiza conforme demanda e configurações com impacto direto no uso da banda em links WAN e Internet. Com a escolha de antivírus corporativos é possível criar-se repositórios em cada localidade e configurar que as atualizações sejam buscadas nestes repositórios, evitando o acesso remoto de cada endpoint, com grande economia de banda. Alguns produtos podem também ter regras de limite de banda de forma a impedir qualquer impacto em aplicações críticas, por exemplo, com limites de uso de banda mais rigorosos durante o horário comercial.
  6. Visão Gerencial e relatórios: com o gerenciamento centralizado, exclusivo de antivírus corporativos é possível ter uma visão gerencial e responder rapidamente questões como: (a) todos os desktops e servidores estão protegidos e atualizados? (b) qual o computador que mais foi infectado; (b) todas as tarefas de varredura noturna foram executadas com sucesso? (d) qual o vírus mais comum na rede; (e) quais aplicações estão instaladas nos desktops?
  7. Suporte diferenciado: a maioria dos fabricantes tem suporte diferenciado para empresas, com equipes melhor treinadas e habituadas a resolver questões mais complexas; resultando em um suporte mais efetivo. O revendedor de software dispõe de equipes treinadas e certificadas que podem visitar sua empresa e fazer todo a instalação inicial, transferindo o conhecimento para a administração diária ou mesmo monitorar os serviços remotamente deixando você livre para focar em outras atividades.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment